A Tarde - Brasil é terceiro país que mais perdeu em liberdade de expressão

  • Publicado: 30 Jun 2022 - 11:01
  • 23 Visualizações

O Brasil é o terceiro país que mais perdeu liberdade de expressão em um período de 10 anos, ficando atrás apenas de Hong Kong e do Afeganistão. A marca foi apontada pelo Relatório Global de Expressão, um documento anual da Artigo 19, organização não-governamental de defesa e promoção do direito à liberdade de expressão e acesso à informação em todo o mundo. De acordo com o levantamento, o país teve uma redução de 38 pontos entre 2011 e 2021 na escala do ranking global que reúne informações de 161 nações.

De 2015 a 2021, o Brasil caiu 58 posições no ranking de liberdade de expressão, chegando a 50 pontos e ocupando a 89ª posição. Essa é a pior colocação desde o início da realização do levantamento, em 2010. No ano de 2015, o país era classificado como aberto e ocupava a 31ª posição. Agora, passou a ser considerado restrito.
Segundo o relatório, o número de ataques a jornalistas e meios de comunicação chegou em 2021 ao maior patamar desde a década de 1990. No país, foram contabilizados 430 ataques à liberdade de imprensa, mais que o dobro do registrado em 2018, quando  o presidente Jair Bolsonaro (PL) foi eleito.
O documento ainda faz um alerta para um possível  agravamento da situação em função da proximidade das eleições, já que Bolsonaro questiona a integridade do sistema eleitoral, afirmando “infundadamente” que as duas últimas eleições foram fraudulentas e que a eleição de 2022 não poderia ser realizada sem reforma. Lembra também a possibilidade de um episódio como o ataque ao Capitólio dos EUA de janeiro de 2021.

Voltar | Versão para Impressão