Servidor do Poder Judiciário, um elo que impulsiona resultados positivos, em tempo de Pandemia

  • Publicado: 11 Ago 2020, 22:01
  • 563 Visualizações

No período de julho de 2019 a junho de 2020, houve uma significativa econômica em relação as despesas fixas do Tribunal de Justiça da Bahia, com a redução de 14,15% em energia elétrica, uma economia de R$ 1,8 milhão. Já os gastos com água caíram 10,9%, o que gerou economia de R$ 466.481,00. Juntos, foram economizados pouco mais de R$ 2,2 milhões nos últimos 12 meses
Indubitavelmente, a qualidade da prestação jurisdicional prestada à sociedade baiana, é atribuída concomitantemente ao empenho e desempenho laboral dos servidores que compõem o quadro funcional efetivo do Poder Judiciário do Estado da Bahia, os impressionantes números das 42.444 sentenças proferidas e as 112.401 baixas processuais efetivadas, sendo todos esses atos praticados, registrados e inseridas durante a primeira Semana de Sentenças e Baixas Processuais 2020, ocorrida entre 13 e 17 de julho, foram frutos, sobretudo, do comprometimento de magistrados, servidores e colaboradores. Alcançar tal relevante feito, se faz necessário, que haja harmonia, engajamento e presteza de todos, gerando assim, um impacto positivo na vida de um número ainda maior de cidadãos, que usufruíram o sentimento do efetivo exercício da Justiça baiana. É com essa certeza que o Presidente do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário do Estado da Bahia - SINPOJUD, Zenildo Garcia de Castro, reconhece e agradece o compromisso e empenho funcional de cada um dos servidores.
O SINPOJUD vem acompanhando as notícias oficiais prestadas pelo Judiciário baiano no contexto da crise, consequência dessa PANDEMIA, o qual apresenta relevante resultados positivos, adotando medidas preventivas com vistas a garantir a segurança de todos e a continuidade das suas atividades. E, diante dessa postura consciente dos riscos e das possíveis consequências quanto ao contágio do vírus da COVID-19, a maioria do quadro funcional de servidores, adotaram o teletrabalho, hoje uma realidade indiscutível no âmbito laboral, quanto a sua eficácia.
Entretanto, nós como legítimos representantes da categoria, temos o dever em demonstrar para a mesa diretora do PJBA, que existem pontos a serem ajustados, objetivando atender o anseio da categoria e garantir na forma legal, o direito inerente a cada servidor, para que possam desempenhar com segurança suas funções em tempos de PANDEMIA e risco eminente a vida humana.

Voltar | Versão para Impressão