Roda de conversa debate Saúde Mental e Valorização do Servidor

  • Publicado: 25 Set 2019, 11:04
  • 570 Visualizações


A Diretoria de Assuntos Sociais e Culturais do Sinpojud promoveu, na manhã desta terça-feira (24), através do Departamento Permanente de Combate ao Assédio Moral e Sexual (DPCAM), a roda de conversa “Saúde Mental e Valorização do Servidor”.

O evento, conduzido pela diretora Vera Lúcia Mattos e a assistente social do Sinpojud, Acksandra Souza, contou com as palestras da voluntária do Centro de Valorização a Vida (CVV), Joseana Rocha e da psicóloga clínica, Danielli O'Reilly, que abordaram a importância da conscientização da população e ampliação do diálogo sobre as formas de prevenção do suicídio.

A voluntária do CVV, Joseana Rocha, acredita que a discussão sobre o suicídio é uma das melhores formas de prevenção. “O Setembro Amarelo nasce exatamente para que a gente possa desmistificar a ideia de que não se deve falar em suicídio. Pelo contrário, é falando que se faz a prevenção. A OMS diz que a cada 40 segundos uma pessoa se mata no mundo. A cada 10 pessoas que se mataram, nove poderiam ter o suicídio evitado. O que a gente precisa fazer é conscientizar a população de que o suicídio pode ser prevenido, desde que a gente trate este assunto com seriedade, responsabilidade, respeitando o momento de quem está passando por uma situação difícil e acha que morrer é a solução”, explica Joseana.

Para a psicóloga, Danielli O'Reilly, que é especialista em terapia cognitiva comportamental, é importante estar atento e desenvolver um olhar cuidadoso com o outro, para poder oferecer a ajuda e cuidado necessário a quem está com pensamentos suicidas. “Setembro é um mês para se pensar e sentir a vida no lugar de quem está adoecido. Este mês é apenas uma representação simbólica do adoecimento que cada vez mais vem ganhando forma no mundo”, alerta a psicóloga.

Sempre pensando no melhor para servidores, o Sinpojud coloca o DPCAM a disposição dos filiados, que podem entrar em contato através do telefone (71) 2109-3029 ou diretamente com a assistente social, Aksandra Souza, através do celular (71) 98605-5335.

O CVV – O Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias.

Os contatos com o CVV são feitos pelos telefones 188 (24 horas e sem custo de ligação), pessoalmente (nos 110 postos de atendimento) ou pelo site www.cvv.org.br, por chat e e-mail. Nestes canais, são realizados mais de 2 milhões de atendimentos anuais, por aproximadamente 3.400 voluntários, localizados em 21 estados mais o Distrito Federal.

Além dos atendimentos, o CVV desenvolve, em todo o país, outras atividades relacionadas a apoio emocional, com ações abertas à comunidade que estimulam o autoconhecimento e melhor convivência em grupo e consigo mesmo.

Clique AQUI  e confira o álbum de fotos

Texto: Ascom Sinpojud

Voltar | Versão para Impressão