SINPOJUD adere à greve geral do dia 14

  • Publicado: 11 Jun 2019, 09:25
  • 1266 Visualizações



Na sexta-feira (14), os trabalhadores brasileiros vão parar em adesão à Greve Geral convocada pelas centrais sindicais. O movimento tem a pretensão de pressionar o governo federal e frear sua política de desmonte dos direitos trabalhistas e Contra a Reforma da Previdência, bem como os decretos que atentam contra a soberania nacional. São seis meses de desgoverno, principalmente contra os trabalhadores. Soma-se a isso a reforma da previdência proposta pelo ministro da economia, Paulo Guedes, que pretende inviabilizar a aposentadoria daqueles que ainda sonham em ter uma aposentadoria digna. Sem falar das agressões aos direitos das mulheres, trabalhista e principalmente contra as centrais sindicais. Tais mazelas advêm como consequência de medidas provisórias enviadas ao Congresso e decretos governamentais, promovendo, por exemplo, o fechamento do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), do Trabalho e da Cultura, bem como a reformulação da Secretaria de Aquicultura e Pesca. Na mesma linha, veio o sucateamento do Incra, Funai, Ibama, ICMBio, Fundação Palmares e a extinção dos conselhos de participação social, a exemplo do Conselho Nacional de Segurança Alimentar (Consea), Comissão Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica e Conselho Nacional de Povos e Comunidades Tradicionais. E a privatizações das Estatais Brasileiras, tais como Petrobrás e Eletrobrás. Só a reação dos trabalhadores e do povo em geral freará o governo e pressionará o Congresso a não aprovar essa agenda atrasada e antinacional. O Sinpojud convoca todos os servidores do Judiciário da capital para participar da Greve Geral em Salvador. Já os servidores do interior devem participar dos atos em suas respectivas cidades, ou ficar concentrados e mobilizados durante todo o dia em frente aos fóruns. O Sinpojud informa que 30% do efetivo total, deve permanecer funcionando.

Em Salvador: Concentração às 7 horas na Rótula do Abacaxi e às 15 horas no Campo Grande.

Texto: Assessoria da Presidência

Voltar | Versão para Impressão