O SINPOJUD não participou de reunião prévia para debater pacotes de medidas do Governo

  • Publicado: 16 Dez 2018, 17:41
  • 1047 Visualizações



O SINPOJUD vem a público esclarecer aos seus filiados que não participou de nenhuma reunião prévia para discutir qualquer forma possível para viabilizar pacote de medidas austera e danosa aos servidores públicos.
O Governo do Estado, utilizou de maneira absurda seus Deputados aliados que representa a maioria na Assembleia Legislativa e atropelaram toda oposição, sem oportunizar qualquer meio de diálogo para discutir a majoração da alíquota previdenciária.

A reunião na ALBA se deu quando houve ocupação e pressão por parte das entidades sindicais e alguns servidores públicos que compareceram nos dias previsto para votação do pacote de medidas apresentadas no projeto do Governo.

O SINPOJUD e demais entidades, diante da eminência de aprovação dessas medidas, sugeriu que houvesse um escalonamento gradual de 0,5% de 2019 a 2022,minimizando o impacto da majoração previdenciária, no art. 67 da Lei nº 11.357, de 06 de janeiro de 2009, que refere a alteração da alíquota de contribuição mensal dos segurados para o regime de Previdência do Servidor Publico, de 12% para 14%, no entanto, nem o Governo é tão pouco a Liderança do Governo nos deram ouvido quanto a proposta exposta.

O servidor público estadual está com o salário congelados há 04 anos, sem perspectiva de aumento nos próximos 04 anos, segundo afirma o próprio Governador, e ainda vai ser onerado com mais 2%.

"Jamais podemos concordar com isto, esse governo agiu de forma sorrateira e truculenta, escolhendo o lado mais frágil e a forma mais fácil para atingir seus objetivos", critíca o presidente do Sinpojud, Zenildo Castro.

Voltar | Versão para Impressão