Sinpojud continua acampado na ALBA para barrar votação do aumento da alíquota previdenciária

  • Publicado: 12 Dez 2018, 11:57
  • 304 Visualizações

Após muito protesto de diversas categorias do funcionalismo público baiano, a Diretoria Executiva do Sinpojud e servidores permanecem acampados na Galeria do Presidentes da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA.

A manifestação que teve início no dia 03 de dezembro, organizada pelo Sinpojud, APLB, SindSaúde e SindSefaz teve adesão de muitas outras categorias que não aceitam o aumento da alíquota da Previdência de 12% para 14%, isso após 4 anos sem o pagamento da reposição salarial dos servidores, o que já é considerado como o maior arrocho salarial dos servidores no período de 20 anos.

O presidente do Sinpojud, Zenildo Castro e toda a Diretoria Executiva, que se encontra no local, informa que a polícia interditou a entrada da ALBA e completa: “Além de estarmos sendo desrespeitados com medidas para prejudicar os servidores, ainda temos que aturar a truculência dos policiais e deputados.
“Protestar é um direito de todo cidadão, ainda mais na Casa do Povo”, e completa o presidente do Sinpojud: “Contamos com o bom senso dos deputados e do Governador para que repensem alternativas que não prejudiquem de maneira tão cruel a nós, servidores públicos”.
O PL nº 22.977/2018 apresentado tem o objetivo expresso de alterar a Lei nº 11.357, de 06 de janeiro de 2009, que prevê a alíquota de contribuição mensal dos segurados para o regime de Previdência do servidor público, fixado em 12% para 14%. As entidades representativas não concordam de maneira alguma que apenas os servidores públicos sejam penalizados, haja vista, que na atual circunstância em que o Governo do Estado não cumpriu com o pagamento da reposição inflacionária LINEAR, causando dano irreparável a remuneração do servidor, ampliando as perdas e diluindo efetivamente o poder de compra.
O SINPOJUD continua nas dependências internas da ALBA, mobilizado contra a majoração da alíquota em 2%  de aumento do desconto previdenciário dos servidores público do Estado da Bahia.

O SINPOJUD esta efetivamente na luta em favor dos servidores públicos estaduais, que estão com seus salários congelados há 04 anos, sem perspectiva de aumento, segundo afirmou o próprio Governador. Não somos de concordo com esse posicionamento.

O Sinpojud ainda permanece acampado na ALBA por todo o dia, no sentido de retirar da pauta esse PL que já foi denominado “pacote da maldade”.

Voltar | Versão para Impressão