A Tarde - Biometria: fluxo no TRE-BA cresce a 28 dias do fim do prazo

  • Publicado: 11 Abr 2018
  • 32 Visualizações

A 28 dias do término do prazo para a regularização eleitoral, a procura na sede do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), começa a se intensificar. Por outro lado, postos como os das estações Pirajá e Bonocô do metrô ainda estão com fluxo baixo.

Após o dia 9 de maio, o cadastro eleitoral será encerrado em todo o País, por conta das eleições. Na Bahia, 916.378 títulos foram cancelados ao fim do período para realização do recadastramento biométrico em 31 de janeiro.

Desse número, 339.790 já regularizaram a situação. Em Salvador, 321.549 títulos foram cancelados e 215.430 pessoas ainda precisam regularizar a situação com a Justiça Eleitoral.

Diferente da semana passada, quando um dos guichês de atendimento da sede do TRE registrou o número de nove atendimentos, a movimentação era intensa na manhã desta terça-feira, 10.

"Eu vim achando que a fila estaria pequena, me surpreendi. Não vim antes por causa do trabalho. Hoje, tirei um tempinho", diz Lúcia Santana, 25 anos.

Transtorno

O músico Thiago Queiroz também errou na estratégia para não pegar fila. "Achei que quando o período para regularização fosse reaberto, o pessoal viria rapidamente. Por isso, deixei do meio para o final. Acabou que peguei fila do mesmo jeito", afirma Thiago, decepcionado.

Para além da sede do TRE, outros 16 postos realizam atendimento para regularização eleitoral. Com agendamento: prefeituras-bairro do Subúrbio-Ilhas, Pau da Lima, Barra-Pituba, Cajazeiras, shoppings Lapa e Paralela, Posto Câmara Municipal, Casa da Justiça e Cidadania.

Para estes, o período de agendamento é aberto todas as sextas-feiras, a partir das 12h, no site do TRE.

No Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC), o procedimento é realizado, exclusivamente, por meio de agendamento no site do órgão.

Os postos são: Barra, Cajazeiras, Comércio, Periperi, Boca do Rio. Além do TRE, as estações Pirajá e Bonocô do metrô e a Estação Ferroviária da Calçada não precisam de agendamento.

Para realizar o procedimento, o eleitor precisa de documento de identificação com foto e comprovante de residência recente (emitido há, no máximo, três meses).

Outros serviços

Além da regularização para poder votar, o eleitor que desejar pode fazer o alistamento inicial (1ª via do título), fazer atualização cadastral ou solicitar transferência de domicílio eleitoral.

Segundo a assessoria do TRE-BA, o eleitor que teve o título cancelado em razão da biometria não poderá votar nas próximas eleições e estará sujeito a restrições, a exemplo do cadastro de pessoas físicas (CPF), poderá ser impedido de tirar passaporte, pegar empréstimo em instituições públicas, tomar posse em cargo público e ter problemas para recebimento de benefícios federais.

"O número de atendimentos diários está aquém do esperado. O TRE-BA pede para que os eleitores que ainda não regularizaram sua situação busquem atendimento o quanto antes e evitem os possíveis transtornos de comparecer apenas nos últimos dias", diz o órgão, em nota.

Voltar | Versão para Impressão