Portal TJBA - DESEMBARGADOR GESIVALDO BRITTO ASSUME PRESIDÊNCIA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DA BAHIA

  • Publicado: 2 Fev 2018
  • 167 Visualizações

O Desembargador Gesilvado Britto tomou posse da Presidência do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) para o biênio 2018 – 2020, na manhã desta quinta-feira (1), no Salão Nobre do Fórum Ruy Barbosa. A Sessão Solene contou com a participação de autoridades de todo o Estado, magistrados, familiares e amigos.

Clique aqui e veja galeria de imagens


A solenidade começou às 9 horas, com a revista à tropa da Polícia Militar. Logo, a Desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, presidente do biênio 2016 – 2018, visitou, em companhia do Governador do Estado da Bahia, Rui Costa, a cripta de Ruy Barbosa.

“Estou aqui para agradecer. Simplesmente porque a gratidão gera ações positivas e nos dão mais motivos para retribuir. Gostaria de pedir desculpas do que eu não fiz, e digo: A Bahia está no meu coração”, discursou, a Chefe da Corte Baiana, antes de transmitir o cargo. “É com grande satisfação que digo um até logo, pois continuarei com um compromisso com o Judiciário Baiano”, finalizou a Magistrada diante dos aplausos dos presentes.

Antes de ser oficialmente empossado, o Desembargador Gesilvado Britto recebeu um abraço carinhoso da desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago. “Minhas expectativas com a próxima gestão são as melhores possíveis. Sei que o trabalho que está sendo feito terá continuidade”, disse a Desembargadora.

De acordo com o novo Presidente do TJBA, o foco desse biênio será o magistrado e o servidor. “Estou no Tribunal há 10 anos e tive a honra de ser eleito para presidi-lo. Esse é um privilégio que poucos têm e isso me alegra, me deixa muito satisfeito. Nosso objetivo é melhorar a prestação jurisdicional, nosso foco é o magistrado e servidor”, contou o eleito.

Para o Desembargador Gesivaldo Britto, solucionar problemas e cumprir metas serão prioridades. “Levar a justiça para as pessoas como elas precisam. Buscar a paz social, solucionar conflitos e interesses”, destacou o Magistrado, que durante o seu discurso também falou sobre a história da Justiça no Brasil, frisando o sentimento de nacionalidade que sente ao conduzir o primeiro Tribunal brasileiro.

Mesa Diretora – O Desembargador Augusto de Lima Bispo, eleito Vice-Presidente, foi o primeiro a ser empossado pelo Desembargador Gesilvado Britto. “Quero deixar uma mensagem de otimismo e confiança no trabalho. Desejo que possamos, nessa nova gestão, fazer o possível e até mesmo o impossível para que os jurisdicionados sejam bem atendidos”, frisou o Magistrado.

“Fazer uma administração voltada exclusivamente para o cumprimento da prestação jurisdicional, cumprindo todas as metas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) é o nosso objetivo. A Corregedoria, em especial, ficará junto dos juízes, consequentemente priorizará o Primeiro Grau, que é o maior foco do CNJ”, afirmou a nova Corregedora-Geral da Justiça, Desembargadora Lisbete Maria Teixeira Almeida Cézar Santos.

A área da infância e juventude será uma das prioridades do novo Corregedor das Comarcas do Interior, Desembargador Emílio Salomão Pinto Resedá. “Com certeza daremos continuidade aos projetos que a Desembargadora Cynthia Resende implementou, mas acima de tudo será aberto um viés de atuação na área da infância e juventude”, ressaltou.

A Desembargadora Maria da Graça Osório Pimentel Leal foi empossada na 2ª Vice-Presidência do Tribunal de Justiça da Bahia. A Magistrada afirmou que espera realizar um trabalho de excelência, com a contribuição de todos os colegas. O foco será na satisfação dos jurisdicionados.

Autoridades presentes parabenizaram toda a Mesa Diretora e desejaram sucesso à nova gestão. “Primeiro, gostaria de parabenizar a Presidente Maria do Socorro, que deixa o cargo, e o trabalho desenvolvido. Depois, desejo ao Desembargador Gesivaldo sucesso para que nós consigamos exercitar plenamente aquilo que está na Constituição Brasileira, que é a independência dos poderes, mas também a harmonia, o entendimento para que a Bahia continue se desenvolvendo, funcionando e superando a crise, como temos feito nos últimos anos”, afirmou o Governador Rui Costa.

Também fizeram parte da Mesa o Prefeito de Salvador Antônio Carlos Magalhães Neto; o Arcebispo de São Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Sebastião Ramos Krieger; o Presidente da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia, Deputado Ângelo Coronel; o Sub-Procurador-Geral da República, Augusto Aras, representando a Procuradora-Geral da República; a Procuradora-Geral de Justiça do Estado da Bahia em exercício, Sara Mandra Moraes Rusciolelli Souza; o Capitão de Mar e Guerra, Comandante da Base Naval de Aratu, Castro Loureiro, representando o Comandante do II Distrito Naval; o Chefe do Estado Maior da VI Região Militar, Coronel João Henrique da Silva Marinho, representando o Comandante da VI Região Militar; o Comandante da Base Aérea de Salvador, Coronel Aviador José Henrique Kaipper; o Comandante da Polícia Militar do Estado da Bahia, Coronel da PM Anselmo Alves Brandão; o Presidente da Câmara Municipal de Salvador, Vereador Leo Prates; o Procurador Geral do Estado da Bahia, Paulo Moreno Carvalho; o Presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região, Desembargadora Maria de Lourdes Linhares de Oliveira; o Presidente do Tribunal de Contas do Estado da Bahia, Conselheiro Gildásio Penedo Filho; o Secretário Judiciário do Tribunal de Justiça, Antônio Roque do Nascimento Neves; o Conselheiro do CNJ, André Godinho; o Juiz Federal César Cintra Jatahy Fonseca, representando a Diretora do Foro da Seção Judiciária do Estado da Bahia; o Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Bahia (OAB – BA), Luiz Viana Queiroz, representando o Presidente do Conselho Federal da OAB; o Defensor Público do Estado da Bahia, Clériston Cavalcanti de Macedo; e o Professor Doutor Cézar Santos, representando o Presidente da Academia de Letras Jurídicas da Bahia;

Voltar | Versão para Impressão