Termina nesta quinta-feira (30) prazo para recadastramento de servidores inativos

  • Publicado: 30 Nov 2017
  • 1430 Visualizações

O recadastramento obrigatório de magistrados e servidores inativos do Poder Judiciário da Bahia termina nesta quinta-feira, 30 de novembro.

O departamento de Aposentados e Pensionistas do Sinpojud já encaminhou as devidas instruções por correspondência com orientações de como realizar o recadastramento no prazo devido. Entre o prazo estabelecido, os servidores inativos que forem fazer o recadastramento presencial, devem comparecer em uma das unidades de atendimento, localizadas nos postos do SAC Servidor (Multishop – Boca do Rio), Postos do SAC e Pontos Cidadão, com os seguintes documentos originais: RG,CPF e Comprovante de residência (conta de luz, água/luz ou telefone).

O servidor e magistrado inativo que não realizar o procedimento terão o pagamento suspenso até a posterior regularização da situação.

Os aposentados filiados ao Sinpojud podem esclarecer suas dúvidas através do e-mail: [email protected] ou os telefones: (71)2109- 3020 (Flávia Saavedra ou Jane Gonçalves) (71)2109- 3039 (Gilson Cardoso).


Confira abaixo as formas disponíveis de recadastramento:


RECADASTRAMENTO PRESENCIAL: Para o recadastramento presencial, o beneficiário deverá apresentar-se a uma unidade de atendimento da Previdência Estadual na capital ou interior do Estado, no período designado, munido dos seguintes documentos originais: - RG ou outro documento de identidade oficial com foto atual e em bom estado de conservação; CPF; Comprovante de residência (preferencialmente conta de água, luz ou telefone);

RECADASTRAMENTO POR CORRESPONDÊNCIA: Os inativos residentes em local fora da área de cobertura previdenciária, ou seja, em outros estados ou municípios da Bahia sem postos de atendimento CEPREV ou Ponto Cidadão, poderão efetuar o recadastramento mediante envio dos documentos autenticados para a SUPREV - Av. Tancredo Neves, n° 776, Bloco A, Bairro Caminho das Árvores, Salvador – Bahia, CEP: 41.820-904, colocando no envelope a palavra “RECADASTRAMENTO”. Neste caso, deve enviar também atestado de vida, com firma reconhecida.

RECADASTRAMENTO POR REPRESENTANTE LEGAL (PROCURADOR OU CURADOR) : Em caso de impossibilidade de locomoção e doença grave, o recadastramento pode ser feito mediante procuração por instrumento público (originais e cópias), emitida até seis meses antes da data atual, ou através de formulário (original e com firma reconhecida) disponibilizado pela Previdência, conforme modelo abaixo (também disponível nas unidades do Ceprev), além de atestado médico (atual e original) comprovando a impossibilidade do deslocamento.



Voltar | Versão para Impressão