Judiciário paralisa atividades em mais um dia de protesto

  • Publicado: 8 Jun 2017
  • 1883 Visualizações

Nesta quinta-feira (08), o Sinpojud mobilizou seus filiados em todo o estado, cumprindo mais um dia de paralisação conforme deliberado na Assembleia da categoria, realizada no dia 05 de maio. Seguindo o calendário de ações, a categoria se reúne em mais uma assembleia, no dia 07 de julho, onde serão avaliados os próximos passos do movimento.
Na pauta de reivindicação, o reajuste linear 2015 e 2016, o pagamento do passivo de 18%, pagamento da gratificação da Progressão por Merecimento. “São paralisações pontuais que nós fizemos, com o objetivo de alcançar direitos dos servidores que não estão sendo cumpridos pelo Tribunal”, pontua o presidente do Sinpojud Zenildo Castro.
Na capital, os servidores permaneceram durante todo o dia em frente ao Fórum Ruy Barbosa. O diretor de Secretaria, Luiz Félix 'Quixabeira' que participou ativamente da manifestação opinou: “paralisar os serviços é fortalecer a luta e protestar dizendo ao TJBA, que queremos nossos direitos e não aceitamos essas perdas”. E completou: “vamos rumo à Assembleia Geral combater o desmonte promovido pelo TJ e pelo Governo do Estado”.
No interior, os servidores também fizeram protestos nos fóruns suspendendo as atividades por 24 horas. Tanto na capital quanto no interior, funcionaram apenas os serviços essenciais como, liminares de saúde, audiências de réu preso e outros de caráter urgentes.

Clique AQUI e confira a matéria na TV SINPOJUD.

Clique AQUI e confira fotos.

Voltar | Versão para Impressão