Bahia é segundo estado com maior índice de violência contra mulheres

  • Publicado: 19 Maio 2016
  • 1040 Visualizações

A Bahia ocupa colocação de segundo estado com mais ocorrências de violência contra as mulheres. Essa assustadora realidade foi citada pela desembargadora do TJBA, Nágila Maria Sales Brito durante o Ciclo de Palestras, que nesta edição ocorreu na cidade de Vitória da Conquista.
“A Difícil Missão de Julgar a Violência Doméstica” foi o tema abordado pela desembargadora Nágila. Em palestra expositiva, dados alarmantes e um perfil da realidade das mulheres no Brasil, onde a maioria das agressões é contra mulheres negras.
A desembargadora ainda fez um apelo aos juízes presentes para que tenham bastante cautela em julgar e sentenciar mulheres, pois estas representam apenas 6% da população carcerária. “Essas mulheres, na maioria das vezes, são quem sustentam a casa e criam filhos. Elas são o equilíbrio familiar”, argumentou. Também citou a Lei Maria da Penha e falou sobre a importancia de punir os agressores contra as mulheres.
O evento, promovido pela Corregedoria das Comarcas do Interior em parceria com o Sinpojud e o Sintaj, tem por objetivo “levar cultura e informação aos servidores em suas bases, além de unir forças na construção de um judiciário melhor”, de acordo com o presidente do Sinpojud, Zenildo Castro.

A presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, des.ª Maria do Socorro Santiago, durante a abertura do Ciclo de Palestras disse que nomeou a iniciativa como, o “TJ em movimento”, já que pretende estar presente em muitos desses Ciclos de Palestras. No evento estavam presentes servidores, dirigentes sindicais e autoridades dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Voltar | Versão para Impressão